8 de ago de 2007

Vitórinha se Fufu.

CRB 4 x3 Vitorinha

Foi a segunda derrota consecutiva do Leão no Campeonato, as duas sob o comando do novo treinador, Marco Aurélio. Com isso, o Vitória caiu para a oitava colocação na tabela, com 24 pontos, ficando a quatro pontos da zona de classificação – e a seis da zona de rebaixamento. A próxima partida do rubro-negro baiano é no sábado (11/8), contra o Remo, lanterna da competição, em Belém.

Previsível esse resultado, afinal leão que tá mais pra gatinho, sempre cai de quatro!

3 comentários:

Márcia Rodrigues disse...

Para retribuir a mensagem de um maranhense que torce pro SPFC...pois é...o vitória pode até cair de quatro diante do Remo, mas ao cairmos percebemos que estamos ainda na segunda...kkkkkk! Abraços rubro-negros!!!

Paulo disse...

torcer p time baiano da nisso ai
e uma decepçao atras da outra
auiehiuaheuiaheiuhaieuhaieh

Da Paz disse...

A torcida do Vitória se prende ao fato de estar na segunda divisão para sair pela tangente quando o assunto é o vexame que o time vem fazendo nos últimos jogos. A realidade é dura, mas não deve ser omitida. A diretoria do rubro-negro baiano equivocou-se ao demitir o treinador anterior, cedendo às pressões de uma pequena parte da torcida e de uma maioria da crônica esportiva baiana. Alegou-se muita coisa sem sentido, desde antipático a ultrapassado, para tentar desestabilizar o trabalho do treinador, que de erro pode-se citar apenas o fato de ter um preparador físico (assistente) despreparado para lidar com críticas da torcida e uma posição contrária à contratação de novos jogadores. Enquanto tivermos em nossos clubes gestores despreparados para lidar com estas pressões e com o insucesso, mesmo que momentâneo, continuaremos a freqüentar divisões inferiores do tão POBRE futebol brasileiro. Digo pobre no sentido de qualidade. Vocês já pararam para assistir algum jogo do campeonato brasileiro da 1ª. divisão? É simplesmente lastimável a qualidade técnica da maioria dos jogadores que atuam no Brasil.
Pensei em não falar do meu “BAÊA”, mas aí não teria graça e não traria a salutar gozação que o baiano faz. A torcida contrária certamente vai falar que estamos na 3ª. Divisão ou coisa parecida, mas não tem problema não. O Bahia é um time sem divisão, sem diretoria, sem jogadores, é quase “imputável”.... hehe.... mas não dá para esquecer que conquistamos (mesmo que em um passado distante), um Campeonato Brasileiro de forma lícita, totalmente limpa, dentro das regras do jogo, sem armações, sem comprar juiz, sem força política do sul maravilha, etc. Daí a torcida contrária vai falar: “Você vive de passado” e eu digo: Feliz do homem ou instituição que tem um passado glorioso para lembrar. Eu tenho o maior orgulho de dizer para todo mundo que torço pelo BAÊA, mesmo que hoje seja uma pequena lembrança do que já foi.
Vou encerrar por aqui, pois já falei demais.
Abraços para todos